Guarda Municipal deixa de ser prioridade em Telêmaco Borba
5 (100%) 1 vote

A tão sonhada Guarda Municipal de Telêmaco Borba e tema constantemente abordado na última campanha eleitoral a prefeito, deixa de ser prioridade no primeiro ano da atual gestão do doutor Marcio Artur de Matos. A notícia foi dada na reunião da Câmara Municipal que aconteceu na tarde desta segunda-feira (17).

Segundo a relatora da Comissão de Justiça e Redação, vereadora Elisangela Saldivar (PSB), a Administração Municipal encaminhou uma mensagem de lei, com pedido de crédito adicional de R$ 900 mil, dinheiro esse que seria destinado para a Guarda Municipal.

Na mensagem, o Poder Executivo solicita este recurso para aquisição, entre outros, do terreno que sedia a Associação do Banestado, no bairro São Francisco, com o objetivo da construção de um centro poliesportivo no local. Alguns vereadores ficaram indignados com a notícia e lembraram que o atual prefeito, em campanha, disse que a segurança e guarda municipal seriam prioridades em sua gestão.

O vereador Miltinho Machado (PSB) declarou que políticos criticaram a administração anterior por não ter implantado a Guarda Municipal. “Agora que estão à frente da administração a guarda municipal deixou de ser prioridade”, ressaltou Miltinho.

Já o vereador Marcos Mello (PDT), disse que defende a Guarda Municipal e até questionou o prefeito sobre a retirada deste recurso, e a informação que recebeu é que está sendo feito um estudo de todo o processo da Guarda Municipal, como concurso público, contratação e treinamento de pessoal, o que levaria mais de um ano.

Mello ainda comentou que este dinheiro sendo investido em outro fim, não ficará parado nos cofres públicos, como aconteceu nos últimos oitos anos e vai beneficiar diversos bairros com este complexo esportivo. Ele ainda afirmou que a guarda municipal poderá ser implantada nos próximos anos.

Nos próximos dias o prefeito Dr. Marcio Matos (PDT) deverá se manifestar sobre o assunto.

(Imagem ilustrativa)